Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Quando?

                                                   

Quando vais deixar de ser indiferente às coisas que nos rodeiam? Quando vais perceber o que quero de ti sem te pedir ou explicar? Quando vais deixar de ser egoísta e de pensar só em ti? Quando vais olhar para mim e saber que preciso de umas palavras tuas, de um carinho teu? Quando vais deixar de me despachar só porque queres ir dormir? Quando vais deixar de pensar que só a tua vida é que é difícil? Quando vais compreender os dias que me sinto mais em baixo e sou mais chata contigo? Quando vais deixar de mandar vir porque estou a tirar-te o teu precioso tempo? Quando vais fazer o mínimo do esforço para ver-me bem? Quando vais deixar de ignorar as minhas mensagens? Quando vais querer estar comigo como eu quero estar contigo? Quando vais deixar de me ver como um dado adquirido que não precisa de ser mais conquistado? Quando vais voltar à pessoa que conheci, que por mim faria tudo e estava loucamente apaixonado? Quando vais surpreender-me e ficar preocupado comigo como eu fico contigo? Quando é que vais saber ser namorado nos momentos difíceis em vez de me ignorar e esperar que me passe? Quando vais conseguir dar-me 1/3 do carinho que te dou? Quando vais perder o sono a pensar no que fizeste ou deixaste de fazer?

Diz-me, quando deixei de ter importância ao ponto de conseguires ignorar-me e quereres  dormir sem olhar para trás?

Quando vais aperceber-te que um dia por ti fiz e faço tudo? Chegará esse dia? Será tarde de mais? Não respondas.


Publicado por meusrefugios às 03:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
12 comentários:
De Mary a 28 de Janeiro de 2008 às 18:25
Este teu post fez.me pensar. Customo'te ler sempre tao feliz, e este é talvez dos posts menos felizes que escreves.te, mas mesmo assim nao deixa de estar bonito (bem escrito). Talvez ele nao goste de mostar muito os sentimentos, tenha vergonha. Cabe a ti mostrar que no amor nao ha vergonha e que tu estaras sempre do lado dele e que adoravas que ele voltasse a ser como era no passado. Beijinho


De A Túlipa a 28 de Janeiro de 2008 às 20:50
Bonança, minha querida, tudo se resolverá, acreidto que se amam =]

'


De Pérola a 28 de Janeiro de 2008 às 22:10
Tenta ter calma, sentar-te com ele e conversar, em paz, dizer tudo o que sentes e te magoa, sem atacar, sem mágoa, sem ressentimento, com o único objectivo de melhorar as coisas.
Espero que aí ele te responda ao quando com um agora.

Beijinho muito grande.


De MeninaDoFrutoProibido a 29 de Janeiro de 2008 às 02:30
O egoismo cega as pessoas...
E depois quando voltam a ver pode ser tarde de mais...
Força!
Nao deixes que te pisem, nem que te magoem...
beijo*


De Secreta a 29 de Janeiro de 2008 às 12:18
Por vezes fazemos perguntas apenas para desabafar , porque na verdade não queremos respostas já que as tememos...
" Não respondas " ... deixa-me na dúvida , pois que prefiro a dúvida do que uma certeza devastadora.
Beijito.


De Ninita de Sempre a 30 de Janeiro de 2008 às 11:12
Nem tudo é belo e feliz mas também nem tudo é triste e avassalador...Por vezes o não querer ouvir a resposta é um medo que vive em nós de ouvir um não, não esse que algumas vezes é o melhor para nós...um dia estive na tua situação e até fui eu quem pos um não na boca dele...Hoje estamos bem...Pensem em voces...beijinho


De Annie a 30 de Janeiro de 2008 às 14:24
Estou sem palavras. Apenas fiquei com lágrimas no cantinho do olho. Porque? Porque todas as perguntas que ai puseste, também já as fiz. E ainda hoje, apesar de ele me ter deixado assim do nada, da noite para o dia, ter desaparecido do mapa e até hoje não me dizer nada e já lá vai quase 1 mês, continuo à espera das respostas. Quer dizer, agora que cai na realidade, eu mesma descobri a resposta para todas as perguntas. E apenas uma resposta deu as respostas a todas as perguntas. Mas continuo sem querer acreditar, preferia que fosse ele a dizer-me.

vou adicionar-te.

um beijinho e força *


De meusrefugios a 30 de Janeiro de 2008 às 14:24
Quando eu digo "Não respondas", não é porque tenho medo de ouvir um não, mas si porque já sei a resposta.


De Verdinha a 31 de Janeiro de 2008 às 19:12
Adorei o teu blog, adorei os teus textos..
dei-te um premio la no meu blog, vai la busca-lo..
linkei-te, espero k n t importes..
bjinho


De menina das sardas a 31 de Janeiro de 2008 às 20:45
espero que esse dia chegue rapido. que ele se aperceba dos erros que está a cometer... esse dia pode é ser tarde... mas espero que não...


Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Refugios recentes

Apagar blog

Porque fazemos mal a nós ...

November

Sabe bem

...

Tudo passa a nada

5 anos

Tenho saudades tuas…

Já foi mais fácil ficar s...

Se podia viver sem ti?

De volta à realidade…

Magoaste-me…

...

2010

Há algo em ti

Amo-te. Sabias?

Porque complicamos tanto?...

Preciso...

A nova fase

:)

Sem tempo

Encontrei-me?

Serei?

A seguir em frente

Há vida lá fora

...

Nada compatíveis

A sorrir!

Para ti que dizes que pos...

...

Arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

Outros Refugios

subscrever feeds