Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Amo-te!

                                    

"Olho à minha volta e ponho-me a pensar. Penso em tudo o que vivi, as pessoas que conheci, o mundo que passou a fazer parte de mim. As oportunidades que perdi, os caminhos que segui (e agora estou contigo), as opções que tomei. As pessoas que desiludi e que me desiludiram. As lágrimas que já chorei, os sorrisos que já mostrei. Os ataques de fúria, os ataques de riso. Os atrofianços e as brincadeiras (principalmente contigo). Penso na minha vida e no quanto estou feliz com ela. Posso ser nova, mas isso não quer dizer nada. Já passei por coisas que me fizeram chorar e por outras tantas que me fizeram rir, e tu sempre presente…
Com o tempo aprendi que nem sempre tudo é como eu quero e que tenho que saber esperar, e tu já me ensinas-te tanto...Tudo dentro de mim anda a mil à hora, mas tu acalmas-me, dizes para ter calma, e que tudo se vai resolver a seu tempo...
Tanto rebento e ponho tudo cá para fora, como guardo tudo para mim e crio uma capa protectora que me afasta das pessoas mais queridas. Tu sempre tiveste paciência e ficaste ali a meu lado… À espera que me passasse e te contasse...
Deixas-me entrar no meu mundo sem fazer comentários, nem perguntas, deixas-me ser apenas eu…

É por isso que me completas, que me fazes feliz, pois dás-me tudo o que preciso, pois tomas conta de mim e preocupas-te comigo... Gostas de mim e isso diz tudo...

És um amor... o meu amor… e eu Amo-te por isso.... "

 


Publicado por meusrefugios às 22:00
Link do post | Adicionar aos favoritos
De A Túlipa a 9 de Novembro de 2007 às 08:59
É bom ter alguém que nos compreenda e saber, tantas vezes sem perguntar.
Coo sempre um texto que sabe tão bem ler, adoro como conjugas as palavras sentimentos e pensamentos numa sopa de frases deliciosa =]

Beijos


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Refugios recentes

Apagar blog

Porque fazemos mal a nós ...

November

Sabe bem

...

Tudo passa a nada

5 anos

Tenho saudades tuas…

Já foi mais fácil ficar s...

Se podia viver sem ti?

De volta à realidade…

Magoaste-me…

...

2010

Há algo em ti

Amo-te. Sabias?

Porque complicamos tanto?...

Preciso...

A nova fase

:)

Sem tempo

Encontrei-me?

Serei?

A seguir em frente

Há vida lá fora

...

Nada compatíveis

A sorrir!

Para ti que dizes que pos...

...

Arquivos

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

Outros Refugios

subscrever feeds